quinta-feira, 30 de abril de 2020

domingo, 26 de janeiro de 2020

VIGÍLIA NO PASSO DO LORENÇO EM CANGUÇU FOI MARCADA COM A PRESENÇA DE DEUS VEJA FOTOS E VÍDEO COM O CANTOR JORGE BORGES

A Igreja Assembleia de Deus Gideões com sede em Canguçu/RS, realizou neste sábado dia 25 de Janeiro uma grande vigia ao lado da residencia do Irmão Desvair. 

A vigília foi realizada pelo Evangelista Danilo Aires, que contou com a participação do Pastor Daniel Borges, dos cantores Marcio Dutra, João Caudas e Danieli, e cantor Jorge Borges de Encruzilhada do Sul RS, e muitos outros louvaram a Deus.


Tenho informação que Deus operou maravilhosamente.



















VEM AI MAIS UMA CRUZADA DE REAVIVAMENTO ESPIRITUAL


E.E.E.M. SENADOR ALBERTO PASQUALINI REALIZOU SOLENIDADE DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO DOS FORMANDO 2020 VEJA FOTOS.




A E.E.E.M. Senador Alberto Pasqualini realizou solenidade de conclusão do ensino médio 2020. a solenidade aconteceu no cine teatro em Canguçu RS.

Estive ali a convite do Jovem Marciane Borges Matias, e em sua a homenagem fiz esta reportagem desejando a ela, e a todos o demais formando, a mais rica benção de Deus.

Parabenizo também a direção da escola e professaras pela excelente apresentação e organização. ass. Pr. Antonio Magnus Dias.



















Rádio Liberdade AM de Canguçu: Aqui sua mensagem vai mais longe

CONVIDO VOCÊ PARA ESTAR CONOSCO AS 830 HS DESTE DOMINGO AQUI PELO LINK DA RADIO LIBERDADE 1500 E TAMBÉM PELO FACEBOOK, NÃO PERCA.


CLICK AQUI E OUÇA RADIO LIBERDADE 
TODOS DOMINGOS 830 HORAS PROGRAMA NOVAS DE ALEGRIA

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

VEM AI O 3º CONGRESSO REGIONAL DE MISION REGIONAL NO NORTE DO PARAGUAY PASSO JHU DISTRITO DE YVU YAU DEPARTAMENTO DE CONCEPCION PARAGUAY



ASSEMBLEIA DE DEUS MADUREIRA REALIZA NESTE SÁBADO 25/01/2020 CULTO DE POSSE


Pastor Adeildo Costa sofre infarto em Minas Gerais

As últimas informações são de que o pastor se recupera numa Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Minas Gerais.

PROGRAMA NOVAS DE ALEGRIA DIA 19 DE JANEIRO 2020


quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Projeto de lei prevê limite de barulho em cultos e estipula multas para igrejas

Um projeto de lei que está sendo discutido no Senado poderá unificar as regras que estabelecem os parâmetros de barulho permitidos para cultos e demais celebrações religiosas. Se aprovada, medida deverá obrigar igrejas a investirem em isolamento acústico.
O tema vem sendo debatido no Congresso Nacional levando em conta a necessidade de que as regras sejam padronizadas no país. Hoje, cidades e estados têm leis que adotam parâmetros de ruído e outros detalhes que variam entre si.
Segundo informações da revista Exame, o projeto é de autoria do deputado Carlos Gomes (Republicanos-RS) – pastor licenciado da Igreja Universal -, e já foi aprovado na Câmara dos Deputados. Em suma, a proposta estabelece que a propagação sonora dos cultos não deve ultrapassar 85 decibéis nos templos situados em zonas industriais, 80 decibéis em zonas comerciais e 75 decibéis em áreas residenciais durante o dia.
À noite, a restrição sonora prevista é maior: entre 22h00 e 06h00, o ruído emitido deve se limitar a 10 decibéis a menos em cada uma das áreas. Muitos problemas são registrados entre igrejas e vizinhos por conta do excesso de barulho dos cultos. Em muitos casos, a Justiça condena as congregações, impondo indenizações.
Em termos de comparação, uma praça de alimentação de um shopping center na hora do almoço produz, aproximadamente, 70 decibéis.
O PL 5.100/2019 prevê que as medições da propagação sonora sejam feitas pelas autoridades ambientais acompanhadas por representantes indicados pelos responsáveis pelos templos. O projeto também indica que um tempo de adaptação deve ser definido, deixando a punição para um segundo momento, em caso de descumprimento da lei.
A constatação dos casos de excesso de emissão sonora deverá ser feita através de três medições, com intervalos de 15 minutos entre cada uma. A média de decibéis registrados nessas medições será o número considerado para a aferição, o que pode resultar em advertência ou multa, em casos de reincidência. Os ruídos produzidos por fontes de barulho próximas às igrejas e demais templos religiosos serão descontados da medição.
A proposta prevê, também, que os responsáveis pela igreja ou templos de outras religiões tenham 180 dias para adoção de medidas que adequem a emissão de ruído ao estabelecido em lei. Caso nada seja feito, ou as medidas sejam insuficientes, uma multa entre dez e mil ORTNs (a Obrigação Reajustável do Tesouro Nacional equivale atualmente a R$ 1,66) será aplicada.
Caso o templo em questão conte com incentivos e benefícios fiscais concedidos pelo Poder Público, esses benefícios serão perdidos, assim como a participação em linhas de financiamento em estabelecimentos oficiais de crédito, chegando ao extremo de suspensão das atividades religiosas.
O andamento do projeto depende do relatório e voto do senador Luiz Pastore (MDB-ES) na Comissão de Meio Ambiente (CMA). Após apresentação, ele será votado na comissão e depois, no plenário do Senado. Caso aprovado, segue para sanção ou veto do presidente da República.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Cantores que cobram das igrejas para cantar são ladrões, diz pastor

Você é um ladrão se tocar instrumentos e cantar na igreja e coletar dinheiro, disse o pastor
Cantores que cobram para cantar nas igrejas são ladrões, diz pastor
Cantores que cobram das igrejas para cantar são ladrões, diz pastor
Um vídeo mostrando um pastor rotulando os cantores que cobram para cantar nas igrejas de “ladrões” provocou críticas e polêmicas nas mídias sociais, após as declarações do líder religioso da Inglaterra.
O Dr. David Antwi, pastor principal e fundador da igreja dos Ministérios Kharis em Londres, no Reino Unido, começa dizendo aos músicos: “Deus os abençoe, eu realmente aprecio vocês!
Ele então diz: “Você é um ladrão se tocar instrumentos e cantar na igreja e coletar dinheiro, e continua; Você é um ladrão”. Mais tarde, ele os chama de “primos de Satanás”. Disse o pastor.
Nos comentários abaixo do vídeo, que foi postado no Twitter, muitos apoiaram os músicos, dizendo: “Muitos cantores não pedem pagamento, mas mesmo se pedissem, chamá-los de ladrões não é uma boa ideia. Se você não os aprecia. não abuse deles.” Disse um usuário.
Outros chamaram o pastor de hipócrita e comentaram: “Os cantores são ministros como pastores. Se receber um salário é bom para os pastores, por que não seria bom também para os cantores instrumentistas?” Disse outro.
Falando no News Hour da Premier Christian Radio, um membro do ministério de louvor de uma igreja, Leo Elbourne, disse: “De um modo geral, eu diria que as pessoas não devem ser pagas para tocar na igreja, mas devemos apreciar que músicos e artistas dentro de nossa igreja estão sempre ali servindo.
Deveríamos entender que esse é o meio de vida deles, os músicos e cantores treinaram a maior parte de sua vida para obter as habilidades que possuem. Se eles não cobram, não podem pagar o aluguel no final do dia, seja o músico, o designer gráfico ou a pessoa que cria o site.
Então, acho que se um músico ou cantor profissional não se sente à vontade em tocar de graça na igreja, devemos pelo menos apreciar isso e discutir isso com eles.
Ele acrescenta que é uma pergunta difícil, como a Bíblia mesmo diz de pagar honrosamente aos obreiros e exortações a dar generosamente. No Novo Testamento, vemos que a igreja é como uma família que está crescendo.
Minha mãe nunca costumava me cobrar pelo jantar dela, e meu pai nunca me cobrava por ele fazer bricolage no meu quarto e é porque as famílias se servem.
Então, no contexto da igreja, acho certo que nos tratemos e agimos de maneira a servir e isso geralmente envolve a música também. Tocamos música na igreja como um serviço a nossos irmãos e irmãs e não para obter lucro financeiro. Conclui o jovem músico.

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

CONVENÇÃO DE PASTORES E MISSIONÁRIOS NO NORTE DO PARAGUAI FOI MARCADO PELA PRESENÇA DO DEUS DAS MISSÕES





A Igreja Assembléia de Deus Gideões  Missionários que tem
como presidente internacional de Missões, Pr. Adão Madeira realizou realizou na Igreja Sede em Santa Rita Paraguai, onde atua como presidente local Pr, Valmir, mais uma reunião convencional, onde na oportunidade reuniu mais de 70 obreiros, entre eles pastores presbíteros e Missionários que
trabalham na região do norte do Paraguai, como chaco  Missiones e Alto do Paraná.

Na oportunidade Pr. Jose de Assis deu um estudo da palavra de Deus acompanhado do Pastor Presidente, Adão Madeira que incentivou e aconselhou os Obreiros a permanecer firmes no propósito de servir a Deus no Seu Santo Ministério.


Lembrando que a Igreja Assembléia de Deus Gideões com sua Sede em Pelotas RS. Mantém mais de 30 Missionários no Paraguai, e as Igrejas que mais tem membros fica nas tribos indígena, lembrando ainda que estamos em 13 aldeias no norte, e no Chaco Paraguaio.











Agradeço ao Irmãos Rogério Oliveira e Missionário Carlos que me enviaram fotos para que fosse possível esta matéria.