segunda-feira, 29 de junho de 2020

Missionário é parado com carregamento de Bíblias em país proibido e veja só o que Deus fez.

Um missionário trabalha para o Reino de Deus transportando bíblias para países onde a mesma não é bem vinda. Ele estava indo ao encontro de cristãos secretos, que residem no Oriente Médio, até se deparar com um grande desafio em uma barreira policial.
Dessa vez a viagem não saiu como o esperado, pois ao passar pela Alfândega os policiais pararam o missionário chamado Jhon – que não teve seu verdadeiro nome revelado por razões de segurança.
O cristão esperava que os policiais não pedissem para abrir suas malas para serem revistadas, mas não foi isso que aconteceu. Os policiais viram as Bíblias e perguntaram a John para quem e para onde estavam levando, pois eram muitas bíblias.
“Abri a mala”, lembra John. “O homem abriu vários dos meus ‘presentes’ especiais e me perguntou para quem eram esses presentes ou onde eu queria vendê-los. Eu disse a ele que pessoalmente queria dar esses presentes para agradecer às pessoas por serem tão hospitaleiras no país”.
A resposta não convenceu e Jhon foi levado para a delegacia, onde foi interrogado toda a noite. Durante uma conversa com um dos policiais, o missionários soube que o pai de um deles estava enfermo, e logo se ofereceu para orar por ele. O policial aceitou e percebeu algo diferente no missionário.
“O homem disse que eu era diferente dos outros”, conta John. “Comecei a conversar com ele. [Depois de um tempo] ele me disse que seu pai estava gravemente doente”.
O missionário compartilhou sua vida e a Palavra de Deus com ele, que entendeu o veio a entregar sua vida a Cristo. “Ele aceitou Jesus como seu Salvador”, disse Jhon. “Eu tinha lágrimas nos meus olhos.”
Logo depois, o policial perguntou a John se o motivo dele estar ali era por causa das bíblias. Ele disse que sim. O policial entregou as Bíblias ao missionário e ele foi liberado para seu destino.
“Desde que minha mala foi aberta até quando entrei novamente no avião, agradeci ao Senhor”, disse ele, segundo informações da Portas Abertas.
“Eu tive paz – a paz de Deus que transcende todo entendimento. Eu vi a mão de Deus em tudo o que aconteceu. Foi diferente do que eu havia planejado. Ele decidiu mudar tudo para salvar essa única alma. Eu era apenas um espectador. Graças a meu pai, obrigado Jesus”, conclui o missionário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário