quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Para defender gays, René Kivitz diz que Palavra de Deus é “insuficiente” e pede “atualização”

 Kivitz quer uma igreja amoldada aos padrões deste mundo, nem que para isso seja necessário mudar a Palavra de Deus       

Por

 Heleno Farias JM Notícia

Kivitz quer uma igreja amoldada aos padrões deste mundo, nem que para isso seja necessário mudar a Palavra de Deus. Foto: Reprodução

Causou polêmica a fala do pastor progressista Ed René Kivitz durante sermão proferido na Igreja Batista de Água Branca no último domingo (25). O pastor, defensor de uma teologia liberal e progressista, negou a doutrina na inerrância da Bíblia e afirmou que ela precisa ser “atualizada” para que gays deixem de ser condenados ao inferno.

O sermão faz parte de uma série chamada “Cartas para um novo mundo”, onde Kivitz profere diversas críticas a respeito dos textos bíblicos, onde afirma o absurdo de que a Palavra de Deus é “insuficiente”. Partindo do minuto 41 do vídeo, ele diz que este é o grande desafio da igreja contemporânea, “olhar a Bíblia como um livro insuficiente”.

“Vou repetir: olhar a Bíblia como um Livro insuficiente, um Livro que precisa ser relido, ressignificado, para que os princípios de vida que este Livro encerra, e que essa revelação encerra, que estes princípios de vida, eles saltem destas páginas promovendo libertação e justiça”, disse.

Ed René Kivitz começa então a defender uma atualização das Escrituras, afirmando que isso é necessário para enfrentar até mesmo os “pecados de gênero” da sociedade. Sugerindo então que a homossexualidade precisa ser aceita.

“Se queremos ser cartas para o novo mundo, se a Igreja quer ser cartas para o novo mundo, nós vamos precisar atualizar a Escritura e vamos ter de fazer essa atualização e ter essa coragem de enfrentar os pecados de gênero”, disse.

O “teólogo” também sugeriu que os gays não deveriam mais ser condenados ao inferno por causa de “dois ou três textos bíblicos que não foram atualizados”. “Nós vamos ter de ter coragem de enfrentar isso”, disse.


Um comentário:

  1. Bem típico de esquerdopata.
    Se a Palavra de Deus não inclui minha opção, não sou eu quem preciso mudar, quem precisa mudar é Deus...
    Jesus disse que a porta era estreita, mas o herege quer alargar a porta na marra para o pecado poder passar.

    ResponderExcluir