segunda-feira, 9 de novembro de 2020

VÍDEO | Pastor cubano é preso enquanto filmava igreja sendo demolida pelo regime comunista, diz grupo de direitos humanos

Por

  
 Autoridades da cidade de Santiago de Cuba demoliram uma igreja que há muito tempo era alvo do regime comunista e prenderam um pastor que transmitiu a demolição ao vivo nas redes sociais.

O grupo de direitos humanos CSW relatou que a Igreja Assembleia de Deus está sob ameaça do regime comunista desde 2015. O grupo disse que as autoridades cubanas afirmam que a demolição foi para a construção de trilhos de trem no local, mas fontes disseram que a igreja era o único edifício no bairro que foi destruído.

O pastor Alain Toledano, que mora no mesmo bairro e é pastor de outra igreja, gravou a demolição e a transmitiu ao vivo no FacebookO vídeo mostrou caminhões, escavadeiras, tratores, carros de patrulha e dezenas de agentes da Segurança do Estado cubano cercando o prédio, enquanto membros da igreja cantavam ao fundo.

Toledano também pediu aos telespectadores que compartilhassem o vídeo, dizendo: “Eles temem mais a informação do que as armas. Compartilhe este vídeo, este não é um vídeo de nenhum programa, é um vídeo do ataque do Estado cubano contra a igreja, é um ataque da Segurança do Estado contra o povo de Deus”.

Ele continuou: “Que o mundo descubra o que está acontecendo aqui, a verdadeira face deste sistema político, a verdadeira face do sistema comunista.”

CSW relata que o pastor Toledano foi levado pela polícia cubana à Delegacia de Polícia Motorizada e está sendo mantido incomunicável. OO CEO da CSW, Scot Bower, disse em um comunicado: “Condenamos veementemente a demolição da Igreja da Assembleia de Deus e o despejo dos membros da igreja. Esta igreja está na mira do governo cubano desde 2015 e sua destruição arbitrária é uma violação grave da liberdade de religião ou crença. As ações do pastor Alain Toledano esta manhã demonstraram solidariedade interdenominacional e elogiamos sua coragem em testemunhar os ataques do governo ao reverendo Fausto Polemo e aos membros de sua igreja. Apelamos às autoridades cubanas para que libertem imediatamente o pastor Toledano e cessem seu direcionamento a ele e sua família.”

Fonte conexaopolitica

Nenhum comentário:

Postar um comentário